Acessibilidade Inclusiva

Um ação voluntária para ajudar o próximo

Aumentar Fonte | Fonte Normal | Diminuir Fonte
Postado por Marcello Fernandes em fevereiro - 29 - 2012 0 Comentários

A partir do mês de março, a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEEE) vai dar início a dois cursos voltados para quem deseja aprender a se comunicar com pessoas com deficiência visual. Nesta sexta-feira (2), a partir das 8h da manhã, terá início o Curso de Formação Continuada em Deficiência Visual. Já na segunda-feira (5), será a vez do Curso de Leitura e Escrita Braille. Ambos serão ministrados pelo Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual Erivalda Lima Tavares (CAP).
A Formação Continuada em Deficiência Visual é direcionada para professores que atuam em escolas públicas. Já o curso de Leitura e Escrita Braille, é destinado a pais, professores e comunidade em geral.
De acordo com a diretora do CAP, Gedalva da Silva Santos, os interessados em participar dos cursos devem procurar o Centro de Apoio Pedagógico no primeiro dia de aula e, caso haja desistência, eles poderão fazer suas matrículas.
“Para o curso de Formação, foram disponibilizadas 30 vagas; com aulas às segundas-feiras, das 8h às 11h30. Com 25 vagas, o curso de Leitura e Escrita ocorre às sextas-feiras, no mesmo horário”, informa Gedalva.
Ela acrescenta que as aulas são gratuitas e serão realizadas numa sala da Escola de Belas Artes, vizinho à Escola de Cegos Cyro Accioly. “Para fazer inscrição em ambos os cursos é preciso RG, CPF e comprovante de residência. Entretanto, para o curso de Formação é necessário também uma declaração de que o candidato atua em escolas públicas”, explica.
No curso de Formação, os participantes terão acesso a questões relacionadas à inclusão, iniciação em Braille, orientação e mobilidade no espaço da escola, materiais adaptados, reedução visual para aqueles que têm baixa visão e Atividades de Vida Autônoma (AVA). “Os alunos do curso de Leitura e Escrita Braille verão, por exemplo, um histórico sobre o sistema de códigos, alfabeto e números em Braille”, adianta a diretora.

Local
O Centro de Apoio Pedagógico às Pessoas com Deficiência Visual Erivalda Tavares (CAP) funciona na sede da Escola Ciro Accioly, na Rua Pedro Monteiro, Centro. Informações pelo telefone 3315-1362.

Fonte: Agência Alagoas

Postar no Twitter Curtir no Facebook
Categorias: Cursos, Notícias

Deixe uma resposta

You must be Logado como to post a comment.

Blog's e Sites relacionados

Qualificação para Deficiente

Uma nova etapa na qualificação de pessoas com deficiência visual foi lançada pela Associação de ...

Síndrome de Williams

Associação Brasileira da Síndrome de William A SWB é causa da pela perda (deleção) de alguns genes ...

gif_videos

Sara Bentes na Reatech 2012 -

Música "Pra quê" Sara Bentes - Reatech 2012

logo escrito notícias em letra vermelha e fundo branco

Programa oferece 150 vagas par

Os interessados em participar do programa "Viver Melhor – Atividades Motoras", do Governo do Amazonas ...

Vídeos Interessantes

  • Vídeo da música PRA QUÊ, de Sara Bentes
  • Vídeo da apresentção do GRUPO CORPO EM MOVIMENTO